2 Problemas crônicos para beleza feminina e seus tratamentos

Para as mulheres, beleza é coisa séria, por isso nada mais grave para a beleza feminina do que problemas crônicos que afetam diretamente a estética. Vários desses problemas estéticos estão relacionados à carga genética das mulheres, são totalmente naturais, mas mesmo assim, deixam as mulheres sempre super-preocupadas. É o caso da calvície feminina, que é um problema genético bem raro, e da celulite nas pernas e no bumbum, que é um problema extremamente comum. Por isso hoje vamos falar um pouco sobre o tratamento desses problemas como resolvê-los de maneira totalmente natural e segura.

Calvície feminina

Calvície feminina

Calvície feminina

A calvície é um problema comum com homens, mas relativamente raro com as mulheres, afetando somente 5 em cada 100 mulheres. E mesmo assim, existem vários tios de calvície, desde a mais branda, em que se reduz o número de fios na cabeça, e passa a ser possível enxergar mais o couro cabeludo, até a calvície total. Felizmente, em mulheres, a calvície progressiva é bem rara, e o quadro de perda de cabelos normalmente progride de forma bem lenta, e quase sempre só se reduz a densidade dos fios na cabeça.

As causas da calvície feminina são as mais diversas possíveis, começando desde a tendência genética, até causas secundarias, como baixa quantidade de proteínas na dieta, stress, ou outros fatores. Fumo e bebida alcoólica também são fatores que potencializam a perda de cabelo.

Os tratamentos para a calvície feminina são os mais diversos possíveis, desde o ajuste da dieta, micro pigmentação do couro cabeludo, consumo de medicamento para calvície, equilíbrio hormonal, entre outros.

Celulite feminina

A celulite é um processo extremamente comum em mulheres. Trata-se do aspecto heterogêneo que a pele das pernas, barriga e bumbum adquirem pelo acúmulo natural da gordura nas camadas inferiores da pele. Basicamente, o principal fator de risco por traz da celulite é a genética, mas se você está preocupada com a celulite, saiba que não está sozinha: 3 e cada 4 mulheres possuem celulite crônica nas pernas.

Existem muitos mitos por traz da celulite, e pouca coisa concreta disso pode ser tomada como verdade. Por exemplo, o sedentarismo não é um fator diretamente ligado à celulite. O sobrepeso possui influência sim, mas principalmente na intensidade da celulite, ou seja, se você perder bastante peso, pode amenizar os efeitos da celulite na pele, mas não necessariamente vai eliminá-la. E a prática de esportes, também, não possui uma ligação direta. Ela pode funcionar tanto a favor quanto contra a incidência de celulite, pois a redução do índice de gordura pode amenizar a celulite, mas o fortalecimento dos músculos pode pressionar mais a gordura contra a pele, agravando a situação.

Os tratamentos para a celulite basicamente são feitos através de medicamentos alopáticos, como o cellubody, tratamentos hormonais para melhora das fibras que “mantêm a celulite sob controle”, além de outros medicamentos e cremes específicos para o gênero.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *